Etiqueta – Diferenças Básicas Entre EUA e Brasil

Esse post não é sobre etiqueta formal e sim sobre pequenos gestos que, em geral, são interpretados de maneira diferente por Brasileiros e Americanos.  São pequenas coisas que podem facilitar muito a impressão que as pessoas terão de você por aqui. Especialmente se você estiver vindo com interesse de procurar um emprego, estudar em uma faculdade, ou claro, simplesmente morar por aqui e se adaptar com os costumes americanos. Mas esse post vale pra todo mundo, pois mesmo que você esteja apenas vindo a passeio,  é claro que deixar uma boa impressão e ser educado é essencial pra fazer novas amizades e nos relacionarmos melhor com os outros.

 


Thank you obrigadaPalavrinhas mágicas:
Aqui  nos EUA as pessoas usam tanto “I’m sorry” e “excuse me” que no início isso até me irritava. Parece que a gente está atrapalhando, porque as pessoas estão a dois metros de você e já estão pedindo licença. Isso é uma coisa cultural mesmo. Eu sou de Belo Horizonte aonde a gente anda muito a pé então está acostumado a se esquivar das pessoas sem ter que pedir licença ou desculpas toda hora. Aqui se você não pede licença e esbarra em uma pessoa, você é considerado muito mal educado. Se acontecer de você esbarrar em alguém, pelo menos se desculpe com um simples “I’m sorry”. Sério, se você for aprender apenas algumas palavras, elas devem ser: Please- Por favor / I am sorry- Me desculpe / Excuse me- Com licença / Thank you- Obrigada

 

 

 

 

hold the doorSegure a porta para as pessoas passarem: Isso acho que é muito daqui do sul dos Estados Unidos onde as pessoas são consideradas mais gentis do que as pessoas do norte do país que tem uma vida geralmente mais agitada, como na cidade de Nova Iorque por exemplo. As pessoas sempre comentam por aqui que os brasileiros nunca agradecem quando alguém segura a porta pra eles. Então se alguém segurar a porta para você, não deixe de dizer “thank you”.

 

 

 

 

 

 

 

hug abraçoEvite encostar demais nos outros: Isso vale especialmente com as crianças Americanas. Aqui as pessoas são bem mais reservadas. E o toque não é considerado uma coisa comum entre as pessoas que mal se conhecem. Aí no Brasil é muito comum a gente ver uma criança e já dizer: nossa que linda e pegar na bochecha, no braço, no pezinho da criança sem mal nenhum. Aqui você pode ser até processado se encostar em alguém e a pessoa achar que você o fez com malícia. Então evite ao máximo ser muito pegajoso com as pessoas que você acabou de conhecer.

 

 

 

 

 

touchAperto de mão: Do mesmo jeito que você deve tentar tocar menos nas pessoas, isso também vale para o cumprimento inicial. Aqui não tem isso de abraço e beijinhos assim que você é apresentado para uma pessoa nova.  Aliás, muitas vezes nem mesmo aperto de mão você ganha se você estiver sendo apresentado a um grupo grande de pessoas. No máximo um aceno de mão. É claro que todas essas regras são válidas mais para as pessoas que você está conhecendo agora. Quando você se tornar mais próximo das pessoas, você pode fazer do jeito que você preferir desde que a pessoa saiba que esse é o seu jeito e se sinta confortável com ele.

 

 

 

 

 


drink cokeDividir comida:
No Brasil é até falta de educação você estar comendo uma coisa e não oferecer aos outros. Aqui ninguém tem o costume de dividir a comida. Especialmente se for uma coisa como um refrigerante ou uma cerveja que você está bebendo no bico. O mesmo vale para pedir um pedaço da comida de alguém. Não é costumeiro as pessoas dividirem o que estão comendo. Isso é até engraçado, porque as pessoas chegam, olha a sua comida, elogiam, e pronto. Acaba por aí a interação.  Aí no Brasil se alguém elogia minha comida eu me sinto na obrigação de oferecer rs.

 

 

 

 

 

long line at sprinklesNão guarde lugar nas fila: Como eu moro em Orlando eu não podia deixar de falar dessa parte porque essa é a parte que mais me irrita e me dá vergonha de ver os Brasileiros fazendo. É muito mal educado uma única pessoa esperar na fila enquanto guarda lugar para cinco outras pessoas na fila de um brinquedo ou loja por exemplo. Os parques já são muito cheios, então isso irrita qualquer um. Os brasileiros já tem uma fama muito ruim por aqui quando se diz respeito a guardar lugar e a furar fila. Isso porque os grupos de turismo que invadem Orlando durante o verão são geralmente compostos de centenas adolescents que não tem um pingo de consideração com os outros.  Eu tento explicar pras pessoas aqui que se você juntar um grupo de 100+ adolescente de qualquer país, com certeza eles também vão falar alto, ocupar muito espaço e serem inconvenientes. Mas a fama dos grupos de turismo sem educação já pegou muito por aqui. Vamos tentar ser mais gentis e derrubar essa fama, galera.

 

 

 

sneezeEspirre no ombro: No Brasil geralmente cobrimos um espirro ou tosse com a mão. Aqui nos Estados Unidos eles tem mais o costume de cobrir com o ombro. Isso é pra evitar contaminar as mãos, que geralmente são tocadas por mais pessoas e tem mais potencial de espalhar doenças.

 

 

 

 

 

 

 

 

É engraçado porque os costumes são muito diferentes em algumas coisas. Não quer dizer que os Americanos são mais educadas que a gente ou que nós somos mais educados que eles. Mas eles simplesmente se ofendem/irritam com algumas coisas que nós não nos ofendemos e vice-versa.

Por exemplo, aqui é super comum as pessoas arrotarem alto se estiverem comendo e simplesmente dizerem “excuse me.” E no Brasil se alguém arrotar alto todo mundo arregala o olho pra protestar contra a gafe. No Brasil quando acabamos de comer nós dizemos que estamos satisfeitos. Na tradução literal, os americanos dizem que estão cheios (I’m full). Já no Brasil dizer que está cheio é falta de educação. No Brasil as pessoas palitam os dentes meio que cobrindo a boca disfarçadamente. Aqui é galera palita na moral mesmo rs.

Então é isso. Espero que tenham gostado das dicas! Se eu deixei de mencionar alguma outra coisa que o surpreendeu durante a sua viagem aos Estados Unidos, não deixe de dividir com a gente nos comentários. Espero ver vocês por aqui em breve!

Beijos,

kiss.lll

 

 

 

Nanda

Spread the love! Share with friends:

2 Comments

  1. Adorei. Eu sou danada pra ver uma criança e logo querer pegar. Já aconteceu de uma mãe me olhar horrorizada rsrsrs todas as dicas serviram como uma luva pra mim. Sou bem mineira, bem brasileira e ai tento mudar meu jeito para não desagradar a ninguém .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *